Sérgio Reis diz que votar a favor de Temer seria como "matar a sogra"

O deputado Sérgio Reis (PRB-SP) foi uma das surpresas desagradáveis para Temer na votação da denúncia contra o presidente na Câmara, nessa quarta (2). Ele chegou a dizer ao governo que apoiaria o presidente.

Mas a atitude do famoso cantor brasileiro e agora políctico não foi a esperada. Na hora do voto, foi contra e ainda afirmou que "o povo não aguenta mais".

EM NOME DA SOGRA

Reis, campeão de emendas pagas pelo governo, justifica: "Votar contra seria como se eu matasse a minha sogra e pedisse para só ser julgado um ano e oito meses depois".

Ele se refere ao fato de que Temer só será processado depois desse prazo, quando deixar a Presidência.

Compartilhar

Comentários