Teto de residência desaba e por pouco não atinge criança que dormia no quarto

  • Equipamento instalado para chuveiro da casa foi a segunda coisa a cair.

    Josival Meneses/ 7Segundos
  • Teto de residência desaba e por pouco não atinge criança que dormia no quarto

    Josival Meneses/7 Segundos
  • Teto de residência desaba e por pouco não atinge criança que dormia no quarto

    Josival Meneses/7 Segundos
  • Teto de residência desaba e por pouco não atinge criança que dormia no quarto

    Josival Meneses/7 Segundos
  • Teto de residência desaba e por pouco não atinge criança que dormia no quarto

    Josival Meneses/7 Segundos
  • Teto da cozinha foi o terceiro a cair.

    Josival Meneses/7 Segundos
  • Teto de residência desaba e por pouco não atinge criança que dormia no quarto

    Josival Meneses/7 Segundos
  • Teto de residência desaba em Arapiraca.

    Josival Meneses/ 7 Segundos

A dona da casa ficou desesperada com o que aconteceu na madrugada desta segunda-feira

O teto de uma das casas do Conjunto Vale do Perucaba, situado em Arapiraca, Agreste alagoano, desabou na madrugada desta segunda-feira (19). O problema atingiu parte da cobertura do imóvel que foi interditado pela Defesa Civil Municipal. Por milagre, o desabamento não gerou uma tragédia porque atingiu o quarto onde uma criança dormia.

Durante entrevista exclusiva ao repórter Jônatas Pedro (7 Segundos), Jéssica Ananias da Silva, 22 anos, explicou o que houve em sua casa, o imóvel de número 31 da Quadra T.

“Primeiro desabou o teto do quarto do meu filho de 3 anos, depois caiu o aquecedor (equipamento instalado para chuveiro da casa) e depois o teto da cozinha. Eu estava dormindo na hora, pensei até que estavam tentando arrombar a porta, aí fui no quarto do meu filho na maior carreira e puxei ele, graças a Deus não caiu nenhuma telha em cima dele”, contou a dona de casa mãe de dois filhos.

Por falta de condições de permanecer na residência, Jéssica pegou os meninos e foi para a casa da mãe. Não é a primeira vez que parte do teto de uma moradia do Vale do Perucaba desaba, situação registrada em agosto do ano passado, um mês após a entrega das chaves das 999 unidades do residencial construído por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Em setembro do ano passado, mais problemas na construção das casas foram denunciados por moradores. Uma delas precisou inclusive ser interditada pela Defesa Civil, caso registrado em reportagem do 7 Segundos (confira nas notícias relacionadas abaixo).

Além de danos como rachaduras nas paredes, entupimento nos canos das residências, vazamentos na rede hidráulica e casas cedendo, moradores do habitacional tiveram casas invadidas por água das chuvas este ano e reclamam também da má qualidade do asfalto das ruas, completamente destruído em alguns pontos do conjunto de habitação popular.

 

Compartilhar

Comentários