Após morte de paciente, Secretaria de Saúde vai funcionar dentro da UPA

Prefeito Júlio Cezar está bastante abalado com o caos instalado na cidade

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Palmeira dos Índios, município localizado no Agreste de Alagoas, recebe críticas desde a gestão passada. Várias são as denúncias de mal atendimento e a última não acabou nada bem. Como foi noticiado pelo 7 Segundos no último sábado, dia 17, Fábio Nogueira dos Santos, 33 anos, não resistiu e morreu após operação na vesícula.

Os familiares do homem denunciaram negligência médica na morte do paciente, que segundo eles, teria peregrinado por seis dias na rede pública de saúde de Palmeira dos Índios.

Após reunião entre a Prefeitura de Palmeira dos Índios, com equipes da Secretaria Municipal de Saúde, representantes da UPA, o controlador Geral, Klenaldo Oliveira, o procurador do município Marcondes Oliveira, o Secretário de Articulação Dr. Emílio Silva e assessores e representantes do Hospital Santa Rita, o prefeito Júlio Cezar determinou que a partir desta segunda-feira (19) o gabinete da Secretaria de Saúde vai despachar de dentro da Unidade.

“Nunca na história da UPA um governo despachou de dentro da Unidade. Todo recebemos reclamações dos usuários. A partir de hoje, para resolver todos esses casos, a secretaria vai acompanhar de perto para fazer todas as mudanças necessárias e resolver, definitivamente, o problema”, informou a assessoria da prefeitura.

De acordo com informações, o prefeito Júlio, que ficou abalado com as notícias da UPA, passou o final de semana bastante triste e não compareceu em nenhum festejo junino, além de ter cancelado todos os compromissos do final de semana.

Nesta segunda-feira (19) ele recebe a imprensa e a população na Unidade de Saúde. Além do secretariado e da Câmara de Vereadores. 

Compartilhar

Comentários