Agricultores alagoanos vão receber auxílio do governo para minimizar impactos da seca

Serão aportados R$ 12,2 milhões, beneficiando agricultores em 29 municípios alagoanos

O governador Renan Filho assinou termo de adesão do Estado ao programa Garantia-Safra (GS), do governo federal. O benefício atende a agricultores familiares de 29 municípios alagoanos.

Do total de R$ 12,2 milhões aportados, R$ 2,4 milhões foram disponibilizados pelo Governo do Estado. A celebração do termo de adesão foi publicada na edição do Diário Oficial de quarta-feira (3).

Renan Filho ressaltou que o Garantia Safra vai beneficiar os pequenos agricultores, sobretudo aqueles do Semiárido alagoano.

“Com o Garantia-Safra, os agricultores que tiveram dificuldades por causa da perda de produção vão receber um auxílio do governo federal para minimizar os impactos da seca”, ressaltou o governador.

Os municípios que tiveram os termos de adesão homologados foram Água Branca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Girau do Ponciano, Igaci, Inhapi, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Izidoro, Maravilha, Mata Grande, Olho D'Água das Flores, Olho D'Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Santana do Ipanema, São José da Tapera e Senador Rui Palmeira.

O Garantia Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para agricultores que se encontram em municípios sistematicamente sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas.

Já o valor do benefício e a quantidade de agricultores a serem segurados pelo Garantia Safra são definidos anualmente durante a reunião do Comitê Gestor do Garantia-Safra.

Compartilhar

Comentários