Deputados aumentam seus próprios salários na última sessão do ano

No último dia antes do recesso, a Assembleia Legislativa de Alagoas aprovou, nessa terça-feira (27) vários projetos que estavam pendentes na casa, entre eles o que aumenta os salários dos deputados estaduais. O deputado Rodrigo Cunha, que foi contra o projeto, destacou o cenário de crise no Brasil e ressaltou que, hoje, os deputados alagoanos são um dos mais caros do País.

"O momento atual não é para aumento de salário. Diante da conjuntura política e social que vivemos, qualquer aumento é imoral, ainda mais que o parlamentar em Alagoas já é bem remunerado e tem seus provimentos livres de impostos", disse Cunha.

Segundo o projeto, os salários dos deputados irão passar de cerca de R$ 20 mil para R$ 25 mil. A proposta é de autoria da Mesa Diretora da Casa. Apenas quatro deputados, dos 18 presentes, foram contra: os deputados Rodrigo Cunha (PSDB), Jó Pereira (PMDB), Pastor João Luiz (PMDB) e Galba Novaes (PMDB).

Nesta quarta-feira (28) foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) um pedido da Assembleia de suplementação no valor de mais de R$ 8 milhões. "Embora as contas não fechem, os deputados aprovaram mais aumento. Isso é uma afronta à população, que passa por um momento tão difícil", finalizou Rodrigo Cunha. 

Compartilhar

Comentários