Projeto de refinanciamento de dívidas é aprovado pela Câmara de Vereadores

Na sessão da Câmara de Vereadores de Arapiraca dessa terça (21) vários projetos foram discutidos e votados pelos vereadores, entre eles, o de autoria do Poder Executivo, que institui a Campanha de Benefícios Fiscais, destinado a apoiar os contribuintes no cumprimento das obrigações fiscais junto ao município (Refis).

O projeto, havia recebido duas emendas, uma  Modificativa e outra Aditiva de autoria da vereadora Aurélia Fernandes. Nessas emendas, a vereadora solicitava que fosse retirado do projeto original os benefícios fiscais do Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU). Com essas modificações o projeto foi rejeitado pelos vereadores, Moisés Machado, Sérgio do Sindicato, Fabiano Leão, Rogério Nezinho, Adalberto Saturnino, Gilvania Barros, Josias Albuquerque, Edvanio do Zé Baixinho e Dorge do Queijo.  

O projeto foi aprovado com o texto original que havia sido encaminhado pelo Poder Executivo.

Outro projeto

Também foi aprovado por unanimidade, outro projeto de autoria da vereadora Aurélia Fernandes, declarando de Utilidade Pública Municipal, a Casa de Caridade de Candomblé Ile Axe Dara Xango Oya, em Arapiraca.

Em sua justificativa, Aurélia Fernandes, destacou o trabalho sócio cultural realizado pela entidade com famílias carentes, citando como exemplo a Vila Contente, conhecida como Cabaré Velho.

A entidade, também envolve os jovens no resgate do côco de embolada, como a recente formação do Grupo Musical Côco dos Gomes, que tem se apresentado em todo o estado de Alagoas e atualmente é cadastrada como ponto de encontro de Cultura no Ministério da Cultura, ofertando oficinas permanentes de música afro, como também afoxé, banda de pífanos entre outros gêneros musicais e artísticos.
 

Compartilhar

Comentários